Alugar terreno para energia solar: vale a pena?

Muitos não sabem, mas é possível alugar terreno para energia solar, sendo uma ótima opção para quem não tem espaço disponível e quer aproveitar todos os benefícios do sistema fotovoltaico.

Geralmente, empreendimentos que consomem muita energia elétrica, como clínicas médicas, hospitais e indústrias, encontraram na locação de terrenos para a exploração de energia solar um dos melhores investimentos que fizeram.

No entanto, muitas vezes até pela falta de informação, nem todo mundo sabe sobre essa possibilidade, e continuam a pagar contas cada vez mais altas de energia, que poderiam poluir menos o planeta.

Se é a primeira vez que você está ouvindo falar sobre aluguel de terreno para energia solar, vamos explicar tudo aqui!

Alugar terreno para energia solar: como funciona?

Como o nome já sugere, alugar terreno para energia solar se refere a uma área livre que será utilizada para a instalação do sistema solar fotovoltaico.

A locação pode ser feita por indústrias, hospitais ou outros segmentos, ou através de associações ou cooperativas, de acordo com as normas da Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica.

Antes de fechar o contrato, é necessário que uma equipe técnica verifique se o local é ou não viável para a implementação do projeto.

No caso do terreno estiver localizado em uma zona rural, o arrendamento deverá ter como objetivo o exercício de atividade agropecuária ou agroindustrial.

Mas, se a atividade não for agropecuária ou agroindustrial, é possível alugar o terreno com base na lei do Inquilinato.

Já as usinas de solo, como normalmente são de potência mais elevada, podendo chegar a 5 MW, a área deverá ser de alguns hectares, e deve passar também por uma análise de viabilidade.

Quais os benefícios de alugar terreno para energia solar?

Um dos principais benefícios de alugar terreno para energia solar é a possibilidade de microgeração e minigeração de energia, o que se reflete em uma redução significativa na conta de luz.

Veja o exemplo de uma grande indústria que alugou um terreno na região central de Goiânia para instalar o sistema fotovoltaico.

Essa mesma indústria também funciona em um bairro mais afastado, e pode aproveitar os créditos excedentes gerados pela energia produzida no terreno alugado.

Também é possível que um consórcio ou cooperativa alugue o terreno para instalar a usina solar.

Nesse caso, falamos de geração compartilhada, a qual vai atender a todos os participantes da cooperativa ou consórcio.

Vale destacar que, segundo a Aneel, a energia gerada não poderá ser utilizada como meio de pagamento do aluguel do terreno onde a unidade geradora está instalada.

É uma oportunidade também de ganhos para o proprietário do terreno, ao mesmo tempo que redução considerável dos custos com energia para o locador ou investidor.

Qual o tamanho do terreno ideal para energia solar?

Se você está pensando em alugar terreno para energia solar, é importante levar em conta alguns fatores:

  • O terreno não pode ser pedregoso, alagadiço e sombreado;
  • Presença de postes trifásicos até 1000 m de distância de uma rede elétrica;
  • Local plano e de preferência, com pelo menos 2 hectares.

Existem casos de grandes propriedades que atendem a locatários diferentes, desde que devidamente separados por cercas, e permitam o acesso a todos os locatários de forma independente.

Saiba que algumas empresas que buscam terrenos para energia solar Goiânia pedem que em contrato conste uma cláusula de que o proprietário não venda as terras por, no mínimo, 20 anos.

E o motivo é muito simples: como a vida útil dos equipamentos é em média 25 anos, é o tempo necessário para obter os resultados que desejam.

Considerações finais

Como você viu, alugar terreno para energia solar é uma ótima alternativa para empresas, indústrias, hospitais, e mesmo pagando um valor mensal, a economia feita na conta de energia é muito maior!

Post Anterior: Quanto Tempo Dura O Curso De Perito Grafotécnico?

Comentários estão fechados.