Como escolher o material certo para a reforma?

O material certo para a sua reforma sempre será o sustentável. Os tijolos ecológicos, por exemplo, além de terem um custo muito mais baixo que os demais, ainda poderão promover uma maior duração para a sua reforma. Sendo assim, é importante procurar por eles na hora de fazer um planejamento para a obra.

Além disso, escolher o material ideal, levando em consideração as suas mais variadas características, também se mostra relevante. Neste artigo, você vai conhecer algumas dicas para nunca mais errar na hora de escolher o material para a sua construção.

Como escolher o melhor material de acabamento?

O material de acabamento é, sem dúvida alguma, uma parte muito importante de uma reforma. Sem ele, não é possível atribuir características de durabilidade para os seus cômodos, bem como não é possível fazer com que a sua casa tenha um tom mais aconchegante do que antes.

Sendo assim, é necessário saber como e onde escolher cada um desses materiais. Levando em consideração que a sustentabilidade é um termo que está em alta, então é o momento de investir em tintas orgânicas e, principalmente, nos tijolos ecológicos para deixar a sua reforma ainda mais sustentável.

Confira, abaixo, como escolher o material de acabamento ideal.

Marcas de qualidade

Ainda que pareça uma conversa repetitiva, escolher um material de marca é, de fato, importante. Muitas pessoas acabam deixando de lado esse detalhe e se arriscam em um material mais barato, mas, ainda assim, se surpreendem com a falta de qualidade e com o desgaste rápido.

Negociar o preço ainda é possível, sim, mas escolher o mais barato é uma situação totalmente diferente. Muitas vezes, um material que acabou custando menos pode comprometer por completo a segurança da obra, além de fazer com que os funcionários trabalhem com muito menos segurança.

Para que nenhum risco seja corrido, nem do proprietário nem dos profissionais, é importante escolher marcas de qualidade e com grande reconhecimento no mercado. Por isso, compre os materiais para a reforma em lojas personalizadas e, caso tenha dúvida, não hesite em conversar com um vendedor.

Custo-benefício

Uma das principais dicas para conseguir encontrar o melhor material para acabamento é priorizar o custo-benefício das instalações. Na hora de escolher, lembre-se que o preço precisa estar aliado, também, com a qualidade. De nada adianta escolher peças apenas pela estética sem verificar a sua procedência.

As louças, pisos, revestimentos de madeira, bancadas, louças sanitárias e outras peças precisam ser duradouros, funcionais e inteiramente seguros. Com a ascensão da internet, fazer uma pesquisa pode ser a melhor opção, principalmente para quem está em dúvidas no que será preciso comprar para deixar a reforma perfeita.

Com todas as características mencionadas anteriormente, é importante lembrar que o valor das peças pode ser um pouco mais elevado. No entanto, focar unicamente no preço não irá te levar a lugar algum. Sendo assim, esteja atento a todas as características oferecidas pelo produto e, consequentemente, tenha uma boa qualidade como retorno.

Estética e funcionalidade

Alinhar estética e funcionalidade também é uma ótima opção. Se você escolher o piso de maior sofisticação na loja, mas só depois acabou percebendo que ele não é tão seguro assim, então fez uma péssima escolha. Infelizmente esse é um erro bastante comum quando tratamos de acabamentos de obra.

Na área dos banheiros e lavabos, é importante levar em consideração o ambiente como um todo. Pisos molhados podem ser um verdadeiro perigo, principalmente para crianças e idosos. Sendo assim, opte por acabamentos antiderrapantes, garantindo muito mais segurança para todos os moradores e visitantes.

Na área da cozinha, é importante prestar atenção na escolha da pia e, também, das bancadas. Ainda que o granito e o mármore sejam materiais um pouco mais caros, acabam se mostrando ótimas escolhas. Eles são bastante resistentes e duradouros, evitando gastos a longo prazo.

Pisos e revestimentos

Os pisos e revestimentos também devem ser alvo de preocupações na hora de fazer uma reforma. Isso porque eles estão na lista de materiais de construção que serão escolhidos na hora de fazer os acabamentos. Sendo assim, uma escolha de qualidade será o melhor caminho a ser tomado.

O porcelanato, laminado e cerâmica serão as suas melhores opções para a casa. Os porcelanatos, principalmente, são as escolhas mais adequadas para pisos e paredes tanto das cozinhas quanto dos banheiros. São muito bonitos e resistentes, além de proporcionar um custo-benefício bastante interessante para quem irá comprar uma grande quantidade de peças.

Antes mesmo de ir até uma loja, é importante tirar as medidas exatas dos cômodos que serão reformados. Assim, será possível comprar a quantidade certa dos materiais, evitando desperdício de material e de dinheiro. É importante adquirir as peças pouco a pouco, verificando a necessidade de inserir mais no ambiente reformado.

Atente-se aos itens fora de linha

É muito importante que, para fazer uma boa escolha de materiais, você possa estar atento aos detalhes disponibilizados nas lojas. De nada adianta acabar escolhendo um item que esteja fora de linha, mesmo que a loja tenha oferecido uma ótima promoção para aquela peça. Se ela precisar ser substituída no futuro, haverá um grande problema.

É válido lembrar que essa estratégia para conseguir desconto só irá valer se um produto específico não tiver qualquer chance de ser descartado no futuro, o que acaba sendo muito difícil. Sendo assim, evite, a todo o custo, comprar algum produto que já não seja mais produzido no mercado.

Compre os dispositivos elétricos corretos

Muitas pessoas acabam deixando para comprar os dispositivos elétricos depois que a reforma se inicia. No entanto, essa é uma etapa que exige bastante cuidado. Se estiver com dúvidas, a melhor opção é contar com a ajuda de um profissional da área, listando todos os itens que serão necessários ao longo da obra.

Além disso, os utensílios como fusíveis, cabos ou disjuntores precisarão ter uma tensão correspondente ao que se destinam, bem como o nome do fabricante contido na embalagem. Também é preciso que as partes que conduzirão a energia sejam compostas por cobre e não de qualquer material de ferro.

Quer conhecer mais sobre tijolos ecológicos e de quebra abrir seu negócio? Visite  osite da Eco Máquinas e fale com um especialista hoje mesmo!